“A primeira vista dos Lençóis Maranhenses é chocante. Você chega ali e se pergunta: ‘O que eu estava fazendo que não conheci isto aqui antes?’

Estas imagens relatam uma travessia de três dias pelo deserto mais chuvoso do planeta. Foi uma caminhada de quase 50 quilômetros entre subidas e descidas nas centenas de dunas, rodeando oásis, com pouca água e comida. Dormir nas aldeias, conversar com seus moradores e descobrir seus estilos de vida te leva a considerar diversas teorias existenciais, mas sem chegar a uma conclusão concreta.

A imensidão e beleza de um lugar quase intocado pelo homem causa uma mescla de sensações difícil de explicar, talvez porque não haja explicação alguma. Estar ali te faz lembrar imediatamente de uma frase de Albert Einstein: “Há apenas duas maneiras de ver a vida: uma é pensar que não existem os milagres e a outra é crer que tudo é um milagre”

Não havendo mais palavras para descrever, espero que estas fotografias te levem ao Maranhão, por pelo menos alguns segundos.

Raphael Czamanski Pizzino

Por Raphael Czamanski Pizzino (@rcpizzino)

Lençóis Maranhenses Mochila Etc

Lençóis Maranhenses Mochila Etc